terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Homeland, meu vício nada secreto!

Quem me conhece sabe do meu vício em seriados. Não assisto todos, mas assisto muitos. Sou das que o seriado precisa me prender logo de início porque de outra forma eu me desapego. Com Homeland foi assim. Lembro-me que ao assistir o primeiro episódio pensei: "Vai ser uma droga de seriado falando sobre terrorismo e endeusando os Estados Unidos". Assim sendo, nem cheguei a terminar o episódio e deletei do PC. Um bom tempo se passou desde que ele foi lançado e eu li em um jornal que a personagem tinha um determinado problema de saúde que me interessa saber mais e resolvi dar uma nova chance a série. Não deveria ter feito isso, não consegui ir dormir antes de terminar toda a 1ª temporada. A série é incrível e mostra o lado humano dos personagens de uma forma tão intensa que você sente dó, medo, raiva, agonia, você chora junto com a personagem, porque a Claire Danes está tão incrível no papel que você não a vê, você vê a Carrie Mathison uma agente da CIA que faz uma série de TV. Todos os problemas humanos que ela enfrenta, a transparência que é mostrado o transtorno dela, momentos que ela duvida dela e de tudo que ela acredita, tem também o personagem acusado por ela de terrorista, um sargento da marinha americana, pai de família, com toda a bagagem emocional que ele traz por ter sido um prisioneiro de guerra por 8 anos, seus pesadelos, sua mudança de comportamento, sua fragilidade, é tudo mostrado de uma forma escancarada, que você pode sentir os pedaços quebrados da personalidade dele, de como um homem pode perder a fé em si, após sofrer tantos abusos e mesmo assim, voltar pra casa e ter força para enfrentar os desafios que vem pela frente, que são muitos e eu não vou contar pra não estragar pra vocês...
O que eu quero mesmo falar é que essa série me mostrou um lado humano de forma tão sensível que eu não senti em outras séries antes. Vale a pena assistir e ver o porquê essa série ganhou tantos prêmios, todos merecidíssimos. Só pra constar, quando eu ver a Claire Danes andando pela rua vou abraçá-la e dizer obrigada. Ninguém interpretaria Carrie Mathison com toda sua complexidade com a mesma delicadeza que ela. E que venha a 3ª temporada, estou ansiosa!

Elenco na premiação que desbancou Mad Men no Emmy


Moral da série: A nação o recebe como herói, ela o vê como traidor.


Ps. As caras da Carrie são as melhores eeeeveeeeeeeeer!
Ps1. Temos a brasileira linda Morena Baccarin, (que fez V), esbanjando beleza e simpatia na pele da esposa do Sargento Brody.
Ps2. Depois da 5ª vez que você assiste as duas temporadas você pode achar que está um pouco chata hahahaa...mentira!!! Continua incrível!!!!

Eu falei que era vício...

Um comentário:

Mari disse...

5a vez?!?! Barbaridade!
Isso que é vício! Rsrs. Mesmo Grey´s, que eu amo, vejo no note, depois passa na Sony 1 ou 2 semanas depois, quando no fim da mesma semana passa o reprise do mesmo episódio na Sony, perco a vontade de assistir! Rs.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...